Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Quase Real

Por um pouquinho...
Pensei ser o meu caminho,
mas a tinta amarela nos tijolos desbotou.
O coração quase sangrou.
O branco do que me vestia por pouco não manchou.
A vontade ficou.

Campos de trigo que para mim ainda nada significam.
As vontades é que ficam...
Estrelas que não me lembram ninguém.
Arrebatações que não dizem a que vêm.
Quando penso ser real...
Aí é que me dou mal.

Penso no que seria racionalização.
Calculo bem o preço da abstração.
Não encontro na realidade nenhuma exigência.
Tento me elevar ao que seria a máxima potência.
Em comum, procuro a minha base.
Fico sempre no quase...


(Júlio B.)
www.000webhost.com