Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Uma Última Canção Sobre Eve

Você pode ligar, pode não ligar, eu não espero mais.
Pode me procurar, ou desaparecer, agora tanto faz.
Você pode escolher ficar com um por noite ou apenas comigo,
não faz a menor diferença agora, acredite, já nem ligo.
Você pode me evitar, ou me perseguir, ou se desintegrar!
Não deu pra perceber que eu já parti pra outras e você não pode mais me machucar?

Vá pro inferno, Eve!
Não quero nem saber se algo você fez pra isso merecer.
Vá pro inferno, Eve!
Ou pra qualquer lugar que bom lhe parecer!
Que seja o paraíso, que é onde se gabam da própria beleza
os anjos intocáveis, assim como você!

Você pode se opor, ou ser a favor: é tarde demais!
Pode me esnobar, ou se ajoelhar: eu não volto atrás.
Cansei de esperar a sua boa vontade de me corresponder.
Você pode lembrar, ou me esquecer, por mim, pode morrer.
Você pode fazer o que você quiser, eu não me importo enfim.
Eu já me curei daquela ideia fixa que eu tinha de ter você pra mim.

Não sei por que ainda escrevo sobre o tema,
talvez pra celebrar o fim desse dilema.
Essa é com certeza, e termina em breve,
a última canção que faço sobre Eve.


(Júlio B.)
www.000webhost.com