Home | Verses | Proses | Songs | About Me


O Poema Mais Amargo Que Eu Já Escrevi

Eu já morri demais nessa vida, mas este golpe foi de longe o pior.
Uma história bonita proibida e mais um monte de maldade ao redor.

Não, ele jamais será capaz de nos vencer, meu amor.
Um dia não será utopia, ficaremos juntos, sem temor.
Nós viveremos e venceremos quem nos causa tanta dor.
Continuaremos a remo lento até o vento ficar a favor.
Até lá, guardarei os desejos e dos seus beijos o sabor.

Veja, meu amor, o mundo é muito maior.
Os que são contra ficarão com o pior,
uma história que conhecemos de cór.

Deixei o MSN aberto e fui correndo ao banheiro chorar.
Era a dor de ver o fim chegar assim, a nos atropelar,
imposto por um imbecil que implodiu nossos sonhos no ar,
xerife de nada, que se acha no direito de nos atormentar.
Ah, mas o amargo que agora sentimos, um dia ele sentirá!
Resistiremos, e o doce mais doce depois do amargo será!

De todas as formas pelas quais um amor pode dar errado,
essa é a que mais dói, pois ele ainda vive dos dois lados.

Tentarei de tudo pra te alcançar, não vai ficar assim.
Eu nunca vou deixar de te amar, não reconheço o fim.

Amar e ser amado, isso foi o que sempre mais quis,
meu amor, foi assim que você me fez tão feliz,
a despeito dos que acham ser donos do seu nariz.
Repetiria tudo, não me arrependo de nada que fiz.

Hoje posso dizer que conheço plenamente o amor,
e lembrarei sempre de você em meus braços, seu calor.
Você me veio na hora certa como o sonho mais bonito.
Eu te amo tanto, e saiba o quanto ainda acredito,
resistiremos a tudo e ficaremos juntos no final.
Tento não chorar, mas isso tudo me deixa tão mal.
Obrigado por tudo, por cada detalhe, cada segundo.
Nunca te esquecerei, meu amor, por nada nesse mundo.


(Júlio B.)
www.000webhost.com