Home | Verses | Proses | Songs | About Me


Confissões De Fotografias

Eu insisto sempre,
insisto no vício do nada,
insisto que vou mudar, insisto que vou fazer tudo dar certo.
Insisto nos sonhos...

Olhe na minha camisa estampada de áries!
E pra minha estrela solitária.
Uma estrela, pelo menos no peito.
E as noites chuvosas nem seriam tão escuras.

Será que não faltaria apenas esforço?
Queria ter disposição pra verificar isso a fundo...
Ah, disposição seria um remédio!
E um sorriso pra espantar o que ainda me mantém distante do encanto.

Choveu a tarde toda hoje... e eu queria ter feito muito mais coisas.
Mas quase sempre estou brigando com o tempo.
De um jeito ou de outro.
E em conflito com meus pensamentos libertinos.

Sabe como nós, garotos ex-católicos, somos, não sabe?
Ou éramos. Até nos amávamos.
Às escondidas.
E me arrependo tanto de não ter ido mais a fundo.

Mas é tudo leite derramado pra mim, e isso me cansa.
Mais um novo ano começou, mas não sinto que seja novo.
Deveria ser hoje um dia crucial...
Mas, até agora, apenas mais das mesmas coisas.

Bem, quem sabe eu dê um jeito na minha vida amanhã?
Eu sempre acredito... eu sempre insisto nos mesmos planos.
Só falta levá-los adiante, oras!
Vamos, cadê o ânimo?

De velho, já me cansei de dias que mal existem,
ou que existem apenas em meus desejos tortos.
Seja lá como for, é só uma fase...
Foi sempre assim que encarei as tempestades, não foi?

Mas sempre é hora de parar e começar de outra maneira.
De fazer direito dessa vez.
Não consigo me prender a teorias, nem a predestinações.
Nem a ações impensadas. Nem às consequências.

Hoje à tarde foi um dia bom.
Eu fui a parte de mim que mais gosto de ser.
E chamaram um menino lindo de emo
porque ele tinha uma franja e ouvia Joy Division.


(Júlio B.)
www.000webhost.com